A oferta inicial de ações da Sirin Labs (ICO) tornou-se a quarta maior estreia da história, arrecadando mais de US $ 157 milhões.

A Sirin Labs, com sede na Suíça, criadora do smartphone Solarin de US $ 17.000, afirmou que a quantidade arrecadada no ICO será usada para financiar o desenvolvimento do primeiro smartphone usando “blocks” e o computador pessoal completo chamado Finney. Os dispositivos Finney serão executados no sistema operacional Sirin da empresa, alimentado pela tecnologia Tangle da IOTA.

A empresa disse que os dispositivos Finney são projetados especificamente para as necessidades blockchain e da comunidade de cripto. Eles combinam a segurança do blockchain com a funcionalidade e os fundamentos do sistema operacional Android. Esses dispositivos ajudariam os usuários a gerenciar seus ativos criptográficos de forma segura, sem se preocupar com os riscos de segurança. Os usuários precisarão possuir um certo número de Tokens SRN antes que eles tenham o direito de comprar o smartphone $ 999 e o computador pessoal de $ 799.

“Ao contrário dos modelos atuais de dispositivos inteligentes que não possuem recursos de segurança adequados, a família de dispositivos Finney oferece aos usuários maior proteção contra cibercriminosos e hackers”, afirmou a empresa. “Utilizando a tecnologia central do Solarin, a empresa criou o único smartphone do mundo que é totalmente seguro; e seguro o suficiente para armazenar moedas criptográficas”.

“Nós estamos emocionados pelo apoio que o projeto Finney recebeu durante o curso de nossa ICO”, disse Moshe Hogeg, fundador e co-CEO da Sirin Labs. “Tornar-se o quarto maior crowdsale mostra tanto a necessidade no mercado quanto a utilidade de ter dispositivos que possam suportar e proteger criptos. É realmente o primeiro passo para levar a tecnologia blockchain a um público mais popular “.

Todos os créditos para David Pimentel